Fundamental II – Humboldt

Fundamental II

Poemas & Aquarelas

O Projeto Poemas e Aquarelas se justifica na medida em que, por meio dele, o aluno desenvolve a leitura e a escrita de textos poéticos, levando-o a compreender a linguagem como mecanismo de produção de efeitos estilísticos e metafóricos. O projeto ainda leva o aluno a conhecer as etapas de produção de um livro e os procedimentos nelas envolvidos. Neste ano, em sua 14ª edição o tema eleito refere-se aos Quatro Elementos: água, terra, fogo e ar, suas interligações e interdependências, podemos dizer que se estabelece o “miteinander” na composição e fluidez do Universo.

Ciências – Investigar para aprender.

Caracterizada como uma Metodologia Ativa, o trabalho de caráter investigativo é uma estratégia diversificada centrada no Aluno. Isso engloba todo um conjunto de atividades que possibilitam o desenvolvimento da autonomia e da capacidade de tomar decisões, de avaliar e de resolver problemas, apropriando-se de conceitos e teorias abordados em Ciências da Natureza. Essa proposta metodológica implica, inicialmente, na proposição de situações-problemas que orientam e acompanham todo o processo de investigação e construção do conhecimento.

No Ensino de Ciências por Investigação, os Educandos interagem, exploram e experimentam o mundo natural, tutelados pelo Professor, que assume o papel de mediador e orientador de uma prática autônoma que tem como objetivo transformar o Educando em elemento ativo da própria aprendizagem, construindo questões, criando hipóteses, analisando evidências, argumentando com seus pares, elaborando conclusões e comunicando resultados.

HUMUNITED 

Simulação de conselhos das Nações Unidas com alguns pontos principais destacados. O primeiro, a utilização da Língua Inglesa em contexto diferente da sala de aula, uma prática que motive o aluno a se comunicar, expressar suas ideias, argumentar e negociar tendo-a como instrumento. O segundo ponto é debater sobre temas atuais, em sua maioria, polêmicos, que causam preocupação mundial e convergência/divergências entre nações. Além dos dois destaques temos ainda a considerar a pesquisa histórica/geográfica e econômica/social dos países envolvidos, uma vez que os alunos devem ler sobre eles e atualizar-se, e a integração e contato entre alunos, pois o evento é aberto para outras escolas. O contato entre eles se dá de forma intensa. Além de ficarem três dias em seus conselhos debatendo, a maioria de nossos alunos recebem em suas casas os que vêm de outras cidades, fazendo amizades e conhecendo outras culturas.

Cartas Históricas de Paraty

O Projeto Cartas Históricas foi elaborado com o princípio de que o ensinar é complexo, e mais ainda se, como profissionais, pretendemos uma adaptação constante da escola ao mundo, devemos buscar temas que estejam conectados com as necessidades da sociedade atual. Assim, a proposta para trabalhar a confecção de cartas históricas visa inserir o aluno como protagonista do processo de aprendizagem. Desta maneira a atividade docente e a exploração deste tema traz a atividade docente um ar de atualização.

Na aplicação do projeto aos 7ºs Anos, busca-se aprimorar a observação e a sintetização do passeio na cidade de Paraty com um olhar externo e a construção de um texto a partir de experiências pessoais emotivas ou em grupo. Assim, esperara-se, interação e compartilhamento de conhecimento entre os alunos para que estes possam ser protagonistas de seu próprio saber.

Cordel Histórico

Nesta proposta de trabalho buscamos reforçar a ideia de que novas abordagens pedagógicas e metodológicas são necessárias para a apresentação dos distintos fatos históricos e o reforço da aprendizagem do aluno. A produção do cordel histórico coaduna-se ao desenvolvimento de capacidades específicas com o olhar diversificado para o saber histórico.

Na construção do cordel, o aluno será apresentado e estimulado a se apropriar do saber histórico e expressá-lo de maneira rimada, aprendendo a dividir períodos e a selecionar informações necessárias a uma rima correta do ponto de vista linguística e da interpretação histórica.

Dicionário Afro-Brasileiro

O Projeto Dicionário Afro-Brasileiro nasceu da necessidade em buscar um aprendizado mais comprometido com a criação e que o criar complexo que leva a transformação é indissociável das novas práticas pedagógicas. Como docentes, faz-se necessário que novas didáticas compactuem com um saber de significado e conectado com outras formas leitura, compreensão e vivência de mundo.

Como projeto, a construção do Dicionário Afro-Brasileiro busca uma relação direta com as novas tecnologias, sendo também um projeto de acessibilidade e interdependência com as práticas digitais, logo, a atividade docente e o aprender discente, serão atingidos, por uma atualização.

Da análise histórica do Brasil e de suas heranças com dívida do passado escravista, busca-se resgatar elementos culturais verbais que foram responsáveis pela moldura de palavras e seu uso no cotidiano.

Nossa herança de origem africana, fortemente ligada ao escravismo, fez surgir um idioma que carrega características específicas, não encontradas em outros países lusófonos. O contato com essa herança elucida e posiciona o estudante ante um contemporâneo complexo.

Jornal Histórico

Da análise histórica das ideias dos séculos XVII e XVIII (racionalismo, empirismo e iluminismo), os estudantes deveriam construir um jornal com esses temas, criando entrevistas fictícias, propagandas de produtos de época, apresentação das ideias principais dos movimentos filosóficos.

A construção do jornal histórico coaduna com o nosso passado e abre diálogo com o presente. Com características
integradoras além da histórica, abarcando filosofia, geografia e contextos literários de época.

Como projeto, a construção do Dicionário Afro-Brasileiro busca uma relação direta com as novas tecnologias, sendo também um projeto de acessibilidade e interdependência com as práticas digitais, logo, a atividade docente e o aprender discente, serão atingidos, por uma atualização.

Dicionário Indígena-Brasileiro

Da análise histórica do Brasil e de suas heranças com dívida do passado na relação com o indígena, busca-se resgatar elementos culturais verbais que foram responsáveis pela moldura de palavras e seu uso no cotidiano.

Nossa herança de origem indígena, fortemente ligada ao extermínio e/ou a catequização forçada, fez surgir um idioma que carrega características específicas, não encontradas em outros países americanos. O contato com essa herança elucida e posiciona o estudante ante um contemporâneo complexo.

A construção desse dicionário coaduna com o nosso passado e abre diálogo com o presente. Encerra-se como um projeto integrador não só de características antropológicas, mas também de interações etnográficas.

Dia da Escola

Durante o ano todos os alunos trabalham com conteúdos, adquirem conhecimento, desenvolvem trabalhos que são apresentados a toda a comunidade escolar no Dia da Escola. Também é realizada uma feira de livro, são convidados contadores de história, autores de livros, etc.

Orientação Sexual na Escola

A sexualidade é uma das características mais importantes do ser humano, e está presente desde os primórdios da vida. No entanto, é com a chegada da puberdade e com o desenvolvimento físico próprio deste período que o ser humano se torna apto a concretizar a sexualidade plena através do ato sexual propriamente dito.

Com base nas considerações acima, a Coordenação Pedagógica e o serviço de Psicologia Escolar programaram dois
encontros/aulas dos alunos do 9º Ano com a fim de alcançar os seguintes objetivos:

– favorecer o acesso à informação;
– desenvolver o espírito crítico, a capacidade de raciocínio e reflexão para a tomada de decisões que priorizem a proteção do indivíduo e o respeito a si mesmo e ao outro.

1º encontro: questões básicas a respeito do corpo – desenvolvimento, mudanças, gravidez, DST e AIDS.
2º encontro: discussão centrada em valores, comportamentos, questões polêmicas de maior interesse dos alunos.

PROJETO DE PREVENÇÃO ÀS DROGAS

No primeiro semestre de 2011 iniciou-se o desenvolvimento de um projeto de prevenção ao uso indevido de drogas,
nomeado PPD, com o objetivo de diminuir a probabilidade do envolvimento dos alunos com drogas.

Trata-se de um programa contínuo de prevenção a drogas para toda a comunidade escolar, visando os alunos do 6º ao 12º ano, pais, professores e equipe de apoio (monitores e funcionários).

O programa inclui:

ALUNOS: leitura de livros paradidáticos, filmes, debates, palestras com especialistas convidados, e diálogos com a psicóloga escolar.

PAIS: encontros mensais com debates sobre temas relacionados à prevenção e educação, palestras com especialistas e atendimentos individuais com a psicóloga escolar.

PROFESSORES E EQUIPE DE APOIO: encontros mensais de supervisão com equipe de apoio, orientação e apoio a professores, palestras com especialistas.

Projeto Preventivo contra Bullying – PPB

O Projeto tem como objetivo geral diminuir a ocorrência de bullying e cyberbullying entre os alunos do Colégio, promovendo atividades tais como:
– Palestras com especialistas para pais, alunos e funcionários.
– Treinamento com especialista para os professores de como lidar e intervir em ocorrências flagradas em sala de aula.
– Informação e conscientização para todas as séries do EF II através filmes, dinâmicas, debates e discussão de casos em aulas de tutoria com a presença da coordenação e psicóloga escolar.

Questões de conflito surgem, é nesse contexto que elas devem ser discutidas e encaminhadas.

Tutoria – 6º ao 9º ano

Cabe à Instituição Educacional, na função do professor tutor, educar os alunos não apenas para o desenvolvimento de conhecimentos e procedimentos, mas também para construção de valores, normas e atitudes. O objetivo maior é formar futuros adultos que se comportem de maneira responsável, autônoma e democrática. Para isso, é necessário articular mecanismos e estruturas que tornem possível um trabalho que englobe a orientação pessoal e escolar do aluno. O trabalho de tutoria é inerente à função do professor e se realiza individual e coletivamente com os alunos de uma classe. Cabe ao tutor, dialogar, buscando esclarecer os problemas concretos, seja no âmbito individual ou coletivo além de orientar nos momentos de planejamento de trabalho, no desenvolvimento de hábitos de estudo, na escolha profissional, etc. É função do professor tutor ser o interlocutor entre a equipe de professores, a família e o aluno.

Inglês – Animais em Extinção – 6º ano

A proposta visa despertar a consciência coletiva sobre a importância da preservação dos animais aprofundando a questão com vistas aos animais em extinção. Ampliar o vocabulário em inglês, assim como formular frases e pequenos textos com o conteúdo pesquisado. Pesquisar “sites” em inglês, conhecer o que é feito no mundo para a proteção dos animais.

Ritual de Passagem – 9º ano

Atividades de reflexão sobre o presente, recordação sobre o passado e projeção para o futuro com alunos do 9º Ano, que passarão para outro ciclo, o Ensino Médio. Os alunos são incentivados a escrever seu próprio texto de autoria a respeito deste momento de passagem em sua vida. Como subsídio e inspiração, pesquisam e leem textos sobre os ritos de passagem em diferentes comunidades de cunho social, religioso, cultural.

Parlamento Jovem – 8º ano

Os alunos, orientados e supervisionados pelas professoras de História, Geografia e Português criam, escrevem e
desenvolvem projetos de ação política e administrativa para a cidade de São Paulo, baseados nos problemas observados na atualidade e divulgados através de notícias de jornal.

Estes projetos são encaminhados para a Câmara Municipal de São Paulo e nossos alunos ficam inscritos em determinadas áreas conforme organização da própria Câmara. Os projetos são selecionados e, caso algum deles seja escolhido, nossos alunos farão sua apresentação numa sessão do Parlamento Jovem, como “mini-vereadores”.

Todos os projetos são apresentados e discutidos nas salas de aula, independente da análise e apreciação da Câmara Municipal. O projeto tem como objetivo principal o exercício da cidadania e a vivência de encaminhamentos políticos, sociais e econômicos diante dos problemas de nossa realidade próxima, a cidade em que vivem.

Meio Ambiente – 2º ao 9º ano

Esse projeto envolve todos os níveis de ensino do Colégio Humboldt, no sentido de integrar os alunos numa atividade conjunta sem perder o foco nas especificidades de cada nível.

Objetivos:
• Conscientizar a comunidade escolar quanto ao reaproveitamento dos diferentes materiais;
• Refletir sobre a necessidade da redução do consumo, a questão do consumo numa abordagem mais crítica ligada à
cidadania;
• Divulgar para a comunidade escolar e convidados os projetos desenvolvidos pelos professores e alunos, proporcionando uma reflexão crítica;
• Valorizar a produção dos alunos através da exposição de seus trabalhos;
• Aumentar o interesse dos alunos e pais em relação aos assuntos escolares;
• Estimular e aprofundar estudos e pesquisas por parte dos alunos e professores;
• Dar transparência ao projeto pedagógico através das diferentes atividades, no sentido de valorizar as diferentes áreas do conhecimento e suas relações.

Projetos de DAF para 2º ao 9º Ano

O ensino da língua alemã tem por princípio o desenvolvimento de projetos, por meio dos quais o aluno aprende o vocabulário especifico a cada tema, de uma forma sempre que possível, lúdica ou de forma a fazer a transferência do conhecimento para uma determinada situação.

Contos de Fada:  As crianças ouvem a história “Dornröschen”, aprendem a música e elaboram um livro com a mesma.

Páscoa: São abordados os costumes da Páscoa na Alemanha.

Aniversário: Mostrando as diferenças entre as festas de aniversário no Brasil e na Alemanha, as crianças vivenciam uma festa tipicamente alemã, elaboram convites e organizam as comidas e bebidas para a festa.

Vivência, lazer e cidadania nos parques: Os alunos pesquisam atrações diversas em parques de diversão do Brasil e da Alemanha, analisam a utilização de materiais, seu reaproveitamento e reciclagem em favor do equilíbrio ambiental e confeccionam brinquedos utilizando material reciclável.

Imersão em inglês – 8º ano

Por meio de atividades dinâmicas e variadas, os alunos se envolvem com a Língua Inglesa, sempre desenvolvendo as
quatro habilidades (listening, speaking, writing and reading – com maior ênfase às atividades de listening e speaking).

Os alunos participam de muitas atividades, como gincanas, competições, desafios, teatro, apresentações musicais, etc. sempre se comunicando através da Língua Inglesa. Essas atividades acontecem durante todo o dia, e à noite também. Os assuntos trabalhados são os mais variados e diversificados possíveis. No final do acampamento há premiações para os alunos que se destacaram no Inglês.

Saída de Estudos à Paraty

Neste roteiro temos algumas propostas inseridas: Em Geografia e Ciências os alunos pesquisam a vegetação e fauna locais, as formas de cultura de subsistência, a pesca, o mangue e as estruturas de relevo da região, bem como o habitat natural das várias espécies de animais.

Em História o olhar é na formação da cidade e do levantamento histórico concebendo a linha do tempo e os fatos
importantes ocorridos nesta região. A arquitetura local também ganha muito espaço nas pesquisas e observações, assim como os aspectos turísticos que hoje são explorados e geram renda para a cidade.

Paraty também se transforma em palco das artes e pano de fundo para as produções artísticas de nossos alunos. Os poemas e aquarelas são produzidos “in loco” a partir da inspiração que aflora e invade todos os sentidos.

Saída de Estudos ao P.E.T.A.R.

O grande atrativo do PETAR – Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira, é a especial combinação resultante do seu grande patrimônio espeleológico, tendo hoje mais de 250 cavernas catalogadas, e da riqueza e umidade da floresta atlântica.

Destaca-se, também, a interessante política de manejo do parque e sua constante preocupação com a estruturação do turismo minimizando impacto de todos os tipos, promovendo manutenção de trilhas e envolvendo a comunidade local neste trabalho.

Junto ao PETAR vive a comunidade do Bairro da Serra, um pequeno grupo de moradores rurais que tem hoje sua vida sendo modificada pela chegada dos turistas e dos aventureiros na região. Neste bairro está o centro das atenções do trabalho da visita; junto à população local, seu modus vivendi, suas características, seus valores, dificuldades e necessidades.

Av. Eng. Alberto Kuhlmann, 525
Interlagos - 04784-010 - São Paulo, SP
Como chegar
Sociedade Escolar
Mantedora do Colégio Humboldt e Humboldt Formação Profissional Dual
Barão do Rio Branco
Trãngerverein der Humboldtschule und der Humboldt Duale Berufsbildung