O Javascript do seu navegador está desativado, você poderá ter problemas.

Qualidade

Nós mudamos a escola: desenvolvimento escolar no Colégio Humboldt

O processo de desenvolvimento escolar no Colégio Humboldt alcançou uma nova dimensão após a inspeção de qualidade realizada pelo Governo Alemão em escolas alemãs no exterior (BLI) e após a Conferência de Metodologias em maio de 2011. Os participantes dessa Conferência foram todos os profissionais pedagógicos e administrativos da escola, a Direção da Sociedade Escolar, assim como representantes do Conselho de Pais. A Conferência teve como tema principal os resultados da BLI, as medidas a serem tomadas e os desafios do alinhamento estratégico. Além disso, deu impulsos importantes para a melhoria do trabalho metodológico na escola.

Um parceiro importante no planejamento do alinhamento estratégico e do acompanhamento processual é a renomada escola de educação executiva Fundação Dom Cabral (FDC), escolhida pela Direção da Sociedade Escolar e pela Direção do Colégio Humboldt para acompanhar o processo de desenvolvimento da escola. O papel desse parceiro externo se entende como conselheiro e promotor do processo de desenvolvimento. Pensando no nível de desenvolvimento atual, foi criado um plano estratégico que tem como conteúdo principal pontos importantes de desenvolvimento a curto, médio e longo prazo. Todas as medidas são testadas e aprovadas continuamente a partir de indicadores de sucesso pré-determinados.

Orientado pelos princípios institucionais, o plano estratégico abrange as cinco áreas de desenvolvimento abaixo:

Ponto central do desenvolvimento escolar é a Gestão de Qualidade Pedagógica e aqui o foco é o desenvolvimento do ensino. Neste ano escolar, foi implementado um Currículo de Estratégias que fomenta sistematicamente, da Educação Infantil ao Ensino Médio, o uso de estratégias de aprendizagem autônoma e o uso de competências cooperativas e metodológicas. Os alunos puderam treinar essas habilidades em dois dias de treinamento de estratégias. A uma escola participativa pertence também um Grêmio Estudantil que defenda os interesses dos alunos e que participe na organização dos processos escolares. O trabalho do Grêmio Estudantil do Colégio Humboldt é apoiado por um professor alemão e um professor brasileiro. Entre outros pontos na área de desenvolvimento pedagógico escolar, estão a elaboração de um plano de formações continuadas baseado nas necessidades escolares e um programa de prevenção contra as drogas.

A escolha objetiva de profissionais pensando nas exigências da escola, a integração, a motivação e o incentivo à formação continuada de professores e funcionários são alguns dos fatores essenciais para o sucesso de uma escola. O plano estratégico vê a elaboração do programa de desenvolvimento de pessoal como uma de suas principais tarefas.

Outro ponto importante no desenvolvimento organizacional é a criação de um setor responsável para atender a reclamações. Queixas de pais, alunos, professores e funcionários serão armazenadas em uma central de processos bem estruturada, encaminhadas aos respectivos destinatários e tratadas pensando nos objetivos e em um curto espaço de tempo. O setor de ouvidoria deverá contribuir para uma relação positiva e construtiva com as reclamações.

Processos claramente estruturados com competências definidas para todos os participantes são indispensáveis para uma organização escolar funcional. Em um catálogo interno de procedimentos, todos os processos pedagógicos e administrativos são relatados, recolhidos e armazenados digitalmente.

Projetos na área de economia e finanças darão importantes impulsos para a otimização de ofertas escolares e de infraestrutura. Assim há, por exemplo, potenciais de desenvolvimento nos projetos oferecidos à tarde e na área de desenvolvimento de currículo. Em todas essas reflexões, a segurança e a melhoria da qualidade pedagógica, mas também os pontos de vista de rentabilidade, estão em primeiro lugar.

Como escola particular, o Colégio Humboldt se encontra em uma situação de concorrência com outras escolas particulares similares. A escola precisa ter o mercado de trabalho e sua clientela – pais e alunos – sempre em mente para obter dados confiáveis de avaliação de sua posição no mercado e da satisfação de seus clientes. Para o plano estratégico, o mercado de trabalho e sua clientela tem um significado central, pois fornece indicadores de sucesso para todas as outras áreas de desenvolvimento e, assim, contribui para um desenvolvimento escolar bem sucedido.

O desenvolvimento escolar só será bem sucedido se as atividades previstas no plano estratégico estiverem interligadas. “Se queremos mudar a escola, é preciso desenvolvê-la integralmente”, Prof. Dr. Hanns Günther Rolff, diretor e cientista da Academia de Profissionais Pedagógicos de Dortmund. Prof. Rolff usa a seguinte metáfora: no desenvolvimento escolar não se deve pensar logo no buffet, onde podemos nos servir de acordo com nosso gosto, mas sim no cardápio, no qual uma comida gostosa se destaca entre outros pratos.